Mensagem de Hoje do Missionário

MENÇÃO DO NOME DO SENHOR - 29/04/2017

Uns confiam em carros, e outros, em cavalos, mas nós faremos menção do nome do SENHOR, nosso Deus.

Salmos 20.7

 

Confiar nas coisas feitas pelo homem ajuda até certo ponto, enquanto a batalha for material; porém, se houver alguma obra maligna por trás disso, de nada adiantará. Só há um que guarda Seus servos e não Se vende nem age de modo contrário à Sua vontade: o nosso Deus. Quem confiar no produto do homem se desesperará, pois o poder que isso oferece é pequeno e finito.

Em muitas partes, há quem coloque a fé na natureza, invocando suas “forças” ou seus “deuses”, porém isso é uma completa insensatez, porque o Criador não delegou a nenhum deles poder de atender o homem. O culto prestado aos “espíritos da natureza”, na verdade, é endereçado ao rei do Inferno. Só podemos confiar no Senhor e só a Ele adorar, a menos que desejemos ter sérios problemas.

Não fique desesperado com situações adversas. Elas trazem sofrimento, mas, quando você não aguentar mais e fizer menção do Nome do Senhor, verá o poder dEle entrar em ação para libertá-lo. Ao invocar esse Nome com inteira certeza de fé, você ficará livre dos inimigos; entretanto deve invocá-Lo em Espírito e em verdade. A sua posição diante do reino do mal é de supremacia.

O cristão está livre de qualquer condenação (Rm 8.1). O Senhor disse que tiraria da boca do rei da maldade o que ele tragou. A Babilônia já caiu e jamais será reedificada. A única coisa que temos de fazer é sair do meio dela, aproveitando que ela não pode mais segurar nenhuma das suas vítimas. Somos povo de Deus e nunca seremos dominados por nada que venha do reino das trevas. É você quem tem de se livrar de tudo o que o prende.

O fim da nossa aflição é real. Éramos parte de um povo roubado e saqueado, sem perspectiva de liberdade, mas, com a vinda do Salvador, fomos libertos das cavernas que nos enlaçavam e das casas de cárceres (Is 42.22). O Filho de Deus, depois de morrer em nosso lugar, foi a esse lugar horrível e nos libertou. Nunca mais o diabo nos terá de novo em suas mãos. Obrigado, Senhor! O nosso tormento findou!

A razão de Deus ter nos amado é por Ele ser justo. O Altíssimo Se agradou de nós, que jazíamos nos porões infernais da lascívia, do roubo e do engano. Jesus veio em nosso favor, agradando-Se de nós por amor à Sua justiça. Não há como explicar esse ato dEle. Pelo Seu decreto, fomos engrandecidos e feitos livres e gloriosos nEle. Não há como o Senhor deixar de nos amar nem os Seus decretos serem cancelados.

Confiemos somente no Nome de Jesus; afinal, o Todo-Poderoso já inclinou os Seus ouvidos ao nosso clamor. Os olhos do Senhor estão abertos para nos guiar pelo caminho a seguir. Não confiamos nas obras do homem, nem nos “deuses da natureza”, mas fazemos menção do Nome do Senhor, nosso Deus. Aleluia!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

ORAÇÃO DE HOJE
 

RECEBA AS MENSAGENS EM SEU E-MAIL