Mensagem de Hoje do Missionário

O SERVO QUE SOUBE SER SERVO - 24/06/2017

Agora, pois, perdoa o seu pecado; se não, risca-me, peço-te, do teu livro, que tens escrito. 

Êxodo 32.32

 

Como não tinham notícias de Moisés, os hebreus foram longe demais ao pedir a Arão que fizesse deuses para ficarem adiante deles. Eles não entenderam que a figura central naquela história era o Senhor, e não o servo dEle. Toda vez que, no ministério, houver uma ruptura, ficará provado que quem causou o rompimento estava cuidando dos próprios interesses. Quem segue o rebelde também se insurge contra a sabedoria. O agitador despreza Quem o tirou do cativeiro!

Ao não se interessarem pelo paradeiro do homem de Deus, os filhos de Israel mostraram pouco apreço por quem tinha sido usado para tirá-los do Egito. Eles deveriam crer que o Senhor era suficientemente forte e sábio para guardar o Seu servo. Não deviam ter agido daquela forma, inclinando-se para a idolatria. Ora, quem tiver o diabo como seu guia cairá com ele na cova eterna de fogo e enxofre.

O erro deles foi enorme, pois, em uma louca atitude, provocaram a ira divina. Aqueles débeis herdeiros da promessa levaram os outros fracos a se comportarem como traidores, magoando o coração do Onipotente. Como resultado de tão desastrosa maldade, eles viram em torno de três mil deles serem mortos por causa do vergonhoso pecado. Cuidado: ferir a santidade do Senhor leva à justa punição. 

Deus decidiu acabar com todo o acampamento dos hebreus e começar uma nova geração por intermédio de Moisés, que logo recusou a proposta divina. Ele provou que a sua renúncia era imensa, prevalecendo diante do Altíssimo. Se tivesse pensado em si, teria mostrado que não tinha as qualificações de servo e também sairia perdendo. Mas quem deixar qualquer coisa por amor do Evangelho receberá até cem vezes mais.

Agora, pois, perdoa o seu pecado. Moisés fez a oração mais forte pelos seus compatriotas e a que mais agrada ao Altíssimo, o qual deseja que toda a humanidade faça as pazes com Ele. Quando o homem está em paz com Deus, todas as coisas lhe vão bem. Quem se liberta se torna livre do pecado, porque ganhou o favor divino. Com isso, o inimigo já não pode oprimir tal vida. Portanto, a primeira bênção a buscar é a reconciliação com o Senhor.

Para Moisés, perdoar era fundamental. Aquele líder pediu ao Todo-Poderoso que seu nome fosse riscado do livro do Senhor, caso Este não fosse capaz de perdoar aos transgressores. Valeria alguma coisa o que Deus planejara para a salvação da humanidade, se Ele tivesse de matar os descendentes de Abraão, Isaque e Jacó? Ao terminar de orar, Deus disse a Moisés que tinha atendido ao seu pedido e avisou que seriam riscados os nomes dos desobedientes.

Moisés entendeu que seu nome já estava escrito no livro santo, mas o seu amor a Abraão, Isaque e Jacó era maior do que a glória de começar por ele a geração escolhida. Por isso, preferia ser riscado dessa glória, caso a promessa feita a esses patriarcas não se cumprisse.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

ORAÇÃO DE HOJE
 

RECEBA AS MENSAGENS EM SEU E-MAIL