Mensagem de Hoje do Missionário

ADMIRAÇÃO NEGATIVA - 21/05/2018

E, chegando o sábado, começou a ensinar na sinagoga; e muitos, ouvindo-o, se admiravam, dizendo: De onde lhe vêm essas coisas? E que sabedoria é esta que lhe foi dada? E como se fazem tais maravilhas por suas mãos?

Marcos 6.2

 

A volta de Jesus a Nazaré – cidade onde o Mestre fora criado e, portanto, considerada Sua (v. 1) – não ocorreu como Ele desejava. Por certo, isso sucedeu para a nossa instrução. Muitas vezes, confiamos mais em nossos familiares do que naqueles que o Senhor colocou ao nosso lado para, juntos, fazermos a obra. Ora, Deus é quem deve escolher e dar o ministério a quem deseja, porque o plano é dEle e, portanto, deve ser feito sob Seu olhar.

A fama de Jesus se espalhava por todas as partes. A partir do primeiro milagre em Caná da Galileia, quando faltou vinho na festa de casamento, Ele realizou alguma coisa fenomenal em todos os lugares por onde passou. Bom seria se nos deixássemos guiar pelo Santo Deus, a fim de sermos instrumentos dEle na realização da Sua vontade. Não podemos misturar os nossos desejos com os do Senhor, e sim nos submeter aos planos dEle, os quais são melhores.

Quando Cristo abriu a boca na sinagoga, naquele sábado, as pessoas ficaram maravilhadas, porque a Sua maneira de ensinar é tudo aquilo de que o homem precisa para se realizar. Elas não compreendiam como um de seus conterrâneos podia ser usado daquele modo. O jeito de Jesus abrir as Escrituras fazia o coração delas se iluminar, mas, infelizmente, elas deixaram a inveja, ou outro sentimento ruim, tomar conta delas e, por isso, responderam negativamente.

Na sinagoga de Cafarnaum, também se admiraram do Salvador, mas a reação foi positiva, pois viram que Ele ministrava com autoridade. Aquelas pessoas não O conheciam como o carpinteiro. Naquela reunião, além de libertar um endemoninhado, Jesus foi à casa de Pedro e curou a sogra dele. Depois, quase toda a cidade se ajuntou à porta da casa do apóstolo, e Ele curou os enfermos e libertou os possuídos pelo diabo.

Quantas vezes ouvimos o que Deus diz e alegramo-nos com os Seus feitos, mas deixamos algo ocorrer em nosso interior e não aceitamos o plano divino para a nossa vida? Quantos estão lendo esta mensagem e fizeram coisas parecidas com o que aconteceu em Nazaré? Muitos poderiam ter resolvido seus problemas, porém não deram ao Altíssimo o direito de completar a obra planejada para eles. Misericórdia!

Seja sábio e cerque-se daqueles que o Altíssimo coloca em seu caminho. Sem dúvida, quem você pensa que tem condições de ajudá-lo – por ser um familiar ou um amigo – pode entender de modo errado a sua missão. Então, em vez de auxiliá-lo, irá prejudicá-lo. A Palavra de Deus declara: Andarão dois juntos, se não estiverem de acordo? (Am 3.3). Portanto, deixe a Terceira dobra (Ec 4.12) ser o elo entre você e quem estará ao seu lado para executar o propósito divino. Obedeça ao Senhor!

A verdadeira aprovação vem do Pai celestial, quando Ele quer e da maneira como planeja e age. O que vem do homem não será aceito pelo Senhor, ainda que venha carregado de bons propósitos. Se não houver amor – ato de Deus –, o sacrifício será em vão (1 Co 13.3).

Em Cristo, com amor, 

R. R. Soares 

ORAÇÃO DE HOJE
 

RECEBA AS MENSAGENS EM SEU E-MAIL