Mensagem de Hoje do Missionário

O QUE JESUS QUER VER EM VOCÊ - 19/01/2020

E Jesus, vendo-lhes a fé, disse ao paralítico: Filho, perdoados estão os teus pecados.

Marcos 2.5

 

O Senhor é perfeito em Seus feitos e procura adoradores que O adorem em espírito e em verdade (Jo 4.23). O verbo ver está implícito em procurar. Ora, quem procura sem ver não sabe se encontrou o que desejava. Deus viu a fé e a fidelidade de Abraão quando este Lhe deu ouvidos, deixando sua terra rumo ao desconhecido (Gn 12.1). 

A mesma confiança no Altíssimo pode ser notada em Isaque. Ele cavava os poços de água na terra dos filisteus e não brigava quando lhes tomavam aqueles locais, apenas perfurava em outros lugares. O herdeiro da promessa sabia que tinha a unção e, com ela, poderia cavar novamente e ser bem-sucedido. A fé nos dá este diferencial: revela-nos onde está aquilo de que precisamos.

O Onipotente encontrou em Davi um homem segundo o Seu coração, porque este cria de modo impressionante. O filho de Jessé acreditava que teria êxito em qualquer batalha se Deus estivesse ao seu lado. Um dia, quando acabara de ser coroado rei sobre todo o Israel, os filisteus se ajuntaram para atacá-lo. Ele logo se prontificou a enfrentá-los e orou a Deus. Ele não clamou antes de se aprontar, mostrando medo (2 Sm 5.17-19).

Em certo momento, Ezequias não estava tão bem preparado como era necessário. Por isso, passou por uma tribulação na saúde e chamou Isaías para interceder por ele. O profeta disse-lhe: Assim diz o SENHOR: Ordena a tua casa, porque morrerás e não viverás (2 Rs 20.1). No entanto, o rei pleiteou que aquela decisão fosse mudada e, então, foi curado.

A filha de uma mulher cananeia, a qual não teve sequer o nome revelado, estava em estado miserável, tomada por um demônio (Mt 15.22-28). Essa mãe, conhecendo a fama de Jesus, ignorou o preconceito por ser estrangeira e O procurou, para que a filha fosse liberta. De início, não recebeu atenção, mas O seguiu clamando pela menina. A fé dessa mãe cresceu de tal modo que a fez dar uma resposta sábia a Cristo. Por causa disso, Ele expulsou o demônio da garota.

Zaqueu era odiado pelos judeus, porque trabalhava para o Império Romano como coletor de impostos (Lc 19.1-10). Pelo que confessou, cobrava além do devido a fim de ficar com uma parte do arrecadado. Ao saber que Jesus passaria por Jericó, encheu-se de esperança, pois desejava vê-Lo. O Mestre o viu na figueira brava e Se ofereceu para pousar na casa dele. Aquele publicano confessou seu erro e o que faria em seguida. Assim, a salvação chegou até ele!

Uma mulher sofria de hemorragia havia 12 anos (Mc 5.24-34). Ao ouvir sobre o Salvador, sentiu que seria curada se apenas tocasse na orla das vestes dEle. Ela a tocou e ficou livre daquela enfermidade. O paralítico teve seus pecados perdoados, a causa do seu mal arrancada, mas os judeus riram disso; porém, era verdade: ele ficou sarado (Lc 5.18-26)!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

ORAÇÃO DE HOJE
 

RECEBA AS MENSAGENS EM SEU E-MAIL