Notícias

Crianças precisam de atenção durante a pandemia

08/06/2020
Com o isolamento social e a impossibilidade de realizarem cultos, as Igrejas têm buscado na Internet alternativas para manterem a comunhão entre os irmãos e o ensinamento da fé.

Enquanto os adultos se esforçam para aprender sobre o universo de cultos virtuais, as crianças se mostram prontas para a nova realidade. Acostumados a acompanhar canais no YouTube e brincar com jogos online, os pequenos se divertem com os recursos e ferramentas disponibilizados pelas Escolas Bíblicas na Internet.

Atividades online

A Igreja da Graça vem dando atenção a esta demanda de forma criativa e ungida. A líder estadual das Crianças Que Vencem (CQV) no Rio de Janeiro, Tânia Bárbara, conta que, semanalmente, são enviadas gravações com atividades e lições bíblicas para as turmas. “Os professores entram em contato por vídeo-chamada, fazem dinâmicas nos grupos de WhatsApp e orientam os pais sobre como ajudar seus filhos”, comenta.

Mantendo o contato

De acordo com a diretora nacional do CQV, Jucimara Oliveira, a comunhão entre as crianças é o que motiva as professoras da Escola Bíblica Infantil da Graça (EBIG). “Nossa oração e trabalho nestes dias têm o objetivo de fortalecer os vínculos e manter a chama da união acesa, tanto da criança com Deus quanto com a Igreja”, comenta ela. Para isso, a equipe trabalha semanalmente na produção de conteúdo interativo para mídias sociais, como vídeo-aulas que simulam um culto infantil.

O grupo também realiza uma live aos sábados, a partir das 11h. As transmissões são feitas pelo Instagram e têm a participação da Turminha da Graça, além de diversas professoras da EBIG.

Ensine no caminho

Inspirada na passagem bíblica de Provérbios 22.6, que diz que a criança deve ser ensinada no caminho em que deve andar para que jamais se desvie dele, a equipe do Crianças que Vencem oferece também atividades que os adultos podem fazer com os mais novos. “É um incentivo ao culto infantil no lar. Os estudos semanais com tarefas diárias preenchem a falta da atividade presencial na Igreja”, acrescenta Jucimara.

Para a líder do CQV em São João de Meriti, Rosângela dos Santos, o momento de oração e leitura da Bíblia Sagrada tem grandes resultados na vida das crianças: “Elas se espelham em suas famílias e percebem a importância de manter esse compromisso. Desde novas, aprenderão que não existe outro caminho”, conclui.

 Por Anderson Nascimento